Sem preconceitos com o Sol

Quem disse que casamento só acontece à noite? Em especial no Brasil isso parece ser uma regra, nos Estados Unidos e na Europa a grande maioria dos casamentos acontece de manhã; em cidades praianas, no fim da tarde, aproveitando o pôr do sol como cenário.  Mas esse estilo parece ser um tabu por aqui, portanto este post vem para comentar  alguns receios que as noivas têm.

Sim, casar de dia vai depender muito do bom tempo, céu azul e sol é o que todos esperam, mas casar à luz do dia não significa casar em um local totalmente aberto e sujeito às variações do tempo. As fotos abaixo ilustram o casamento de Tatiana e Fábio, realizado às 11h da manhã, em Vargem Grande Paulista – SP, na Igreja Jesus Eucaristia. A recepção foi em uma chácara.

Podemos perceber que a luz natural contribuiu – e muito, acreditem – para as fotos mais espontâneas e que retratam realmente o momento. Não é que essa luz dispense totalmente o uso do flash, mas de fato o usamos menos vezes, para assim captar o instante com suas variações de tonalidades sem interferências, além disso o fotógrafo chama menos atenção sem o flash.

Para quem não dispensa uma boa festá à noite, estilo baladinha, pode casar à tarde, e chegar no salão da recepção junto com o pôr do sol, isso dará um efeito lindo.

Ainda quanto a recepção, quando também for de dia,  geralmente são mais longas e envolvem um almoço, ou seja, apesar do tipo de comida servida encarecer a festa, os noivos têm mais tempo para ficarem com os convidados e ao mesmo tempo curtirem a festa, sem aquela correria costumeira que acontece no buffet à noite.

Todos os casamentos tem suas particularidades que fazem deles únicos, e acredito que essas opções de casamento estão um pouco esquecidas aqui no Brasil. Os casamentos à noite também têm seu charme, o famosos glamour da noite, mas para quem busca algo descontraído, e com mais tempo para comemorar com os convidados essa é a dica.

 

 

 

 

 

Anúncios