O que faz cada evento ser único? Buquê para todas

Amigos primeiramente peço desculpas, ando totalmente sem tempo para atualizações no blog, prometo me dedicar mais agora no período de férias! Como o blog é recente estou resgatando algumas histórias e depoimentos de eventos para depois postar os assuntos mais novos.

Hoje dou início a mais uma seção de posts: “O que faz cada evento ser único?” . Sempre que um post tiver esse título podem ter certeza que vem alguma história engraçada que aconteceu nos bastidores ou no próprio evento, ou ainda alguma idéia muito diferenciada e que deu um toque especial à comemoração.

Para dar início, nada melhor do que contar uma história acidental e que fez um dos momentos mais esperados durante a festa do casamento ficar totalmente inesquecível na lembrança de todos os que estavam presentes. O momento em que a noiva joga o buquê é sempre de grande expectativa, quer seja pelas solteiras que aguardam vivenciar um casamento, quer seja pelos namorados que ficam assistindo e torcendo para não serem os próximos a subirem ao altar. Brincadeiras à parte, esse momento geralmente resulta em briguinhas e algumas cacetadas.

Mas não foi o que aconteceu no casamento da Raquel e do Marcelo. Para agradar a todas, acidentalmente, quando a noiva jogou o buquê e este caiu nas mãos das convidadas, ele se despedaçou e cada uma pôde pegar uma rosa. A parte mais “inteira” do arranjo ficou com a irmã da noiva, marmelada não? rs… Melhor do que ler, vamos ver como isso aconteceu?

 

Anúncios